“Ex-gay”, pastor evangélico é um dos deputados mais votados do Brasil.

Publicado por em 10 de outubro de 2018

Em meio às análises sobre a nova formação do Congresso brasileiro, a grande mídia não deu muito destaque para a votação recorde de Helio Fernando Barbosa Lopes , recordista de votos para deputado federal no Rio de Janeiro. Talvez por um militar e conservador, mas muito mais provavelmente por ser irmão de criação de Jair Bolsonaro,

Outro miliar, negro e conservador que também não obteve grande destaque, apesar da expressiva votação foi o baiano Pastor Sargento Isidório (Avante). Com 323.241 votos, ele faz parte do seleto grupo de 27 políticos brasileiros que tiveram votação suficiente para um vaga na Câmara sem precisar do coeficiente eleitoral.

Em 2016, Isidório foi candidato a prefeito da capital baiana, apresentando-se como o “doido de Salvador”. Não se elegeu. Este ano foi apelidado pela imprensa de “Daciolo da Bahia” por apresentar-se muitas vezes empunhando um Bíblia e com um discurso com fortes tons religiosos.

Durante a campanha, mesmo que seu partido tivesse aliança com o PT, recusou-se a colocar o número de Fernando Haddad em seu santinho por “ter a questão do kit gay”. Nesta segunda-feira (8), atribuiu “à mão de Deus” a conquista da vaga na Câmara.

O pastor afirma ser um “ex-gay curado por Deus”. Por isso, defende que os homossexuais tenham direito a receber ajuda profissional para as chamadas terapia de reversão sexual. Isidório é o idealizador da Fundação Doutor Jesus, instituição que oferece tratamento gratuito a dependentes químicos e que hoje também presta apoio a 25 gays e 11 lésbicas. Ele testemunha que alguns destes voltaram a ser heterossexuais.


Opiniões dos ouvintes

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados com *



Rádio

Web Gospel

Current track

Title

Artist