“Há poder quando o povo de Deus canta”, ensina John Piper sobre batalha espiritual.

Publicado por em 31 de julho de 2018

A música é um componente indispensável da vida cristã. Ela não faz parte apenas do dia-a-dia de todos nós, como também dos cultos que dirigimos ao Senhor, como ferramenta de adoração. Mas, para o pastor John Piper, o louvor pode ir além do que alguns imaginam, sendo uma verdadeira “arma” de guerra no mundo espiritual.

“O canto é poder. Quando você canta, há algo que o Espírito Santo vem fazer”, disse o pastor, referindo-se a passagem de II Crônicas 20:21, que narra o conflito de Josafá contra Moabe, como está escrito:

“E aconselhou-se com o povo, e ordenou cantores para o Senhor, que louvassem à Majestade santa, saindo diante dos armados, e dizendo: Louvai ao Senhor porque a sua benignidade dura para sempre”.

“Deus tinha dito: ‘A peleja é minha’ e Jeosafá respondeu: ‘Bem, então vamos colocar o coral na frente’”, explica Piper, destacando que a utilização da música foi um ensinamento do autor bíblico sobre o louvor como um decreto de vitória diante do inimigo. “Dê o grito de vitória antes da batalha começar porque é o que Deus prometeu”, acrescenta.

“Eu acho que o escritor desse livro quer nos ensinar que, embora a vitória pertença a Deus, o canto do coral é a ocasião para a vitória. O canto não é somente uma resposta à graça. O canto também é um meio de graça”, disse ele, segundo uma publicação do canal Voltemos ao Evangelho.

“Quando Jeosafá cantou com o coral, Moabe, Amom e Seir mataram uns aos outros”, destaca. Piper também citou outro exemplo da Bíblia, ainda mais conhecido dos cristãos, narrado no livro de Atos 16:25-26, como está escrito:

“Perto da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam hinos a Deus, e os outros presos os escutavam. E, de repente, sobreveio um tão grande terremoto, que os alicerces do cárcere se moveram, e logo se abriram todas as portas, e foram soltas as prisões de todos”.

Para o pastor, o louvor de Paulo e Silas é uma demonstração clara de que a música de adoração a Deus é uma ferramenta de batalha espiritual, pois atua de forma sobrenatural em favor dos filhos de Deus.

“Quando Paulo e Silas cantaram, é dito que Deus sacudiu a prisão. Certamente, a lição é que há poder quando o povo de Deus canta (…). Temos duas armas para lutar contra satanás no culto: a Palavra de Deus e o canto. Rogo-te que te apegues à Palavra e que cantes de todo coração”, conclui o pastor.

Assista abaixo:

Informações: Gospel+

Tagged as

Opiniões dos ouvintes

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados com *



Rádio

Web Gospel

Current track

Title

Artist