Malafaia nega que tenha decidido quem apoiará nas eleições 2018 e repudia boatos: “Coisa de bandido”.

Publicado por em 17 de agosto de 2017

As eleições de 2018 serão marcadas pelo grande número de candidatos à presidência, de diversos partidos. Os aspirantes já fazem negociações nos bastidores e, outros, começam a disputar o apoio público de lideranças evangélicas. Nesse contexto, o pastor Silas Malafaia veio a público para negar que tenha decidido quem apoiará.

A postura de Malafaia foi uma forma de desmentir um texto que circula nas redes sociais, usando seu nome para apoiar ideias de extrema direta. O líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) frisou que ninguém é, ainda, oficialmente candidato a presidente.

“Já começou a onda de boataria sobre 2018 e ainda colocam meu nome. Colocaram um texto enorme aí, aos patriotas do Brasil, dizendo que eu estou apoiando […] Eu não suporto a extrema esquerda da mesma forma que não suporto a extrema direita. É tudo farinha do mesmo saco, só muda alguma coisa ideológica”, disse o pastor.

De acordo com Malafaia, todos saberão quem ele apoiará porque ele fará um vídeo explicando sua decisão, e que não irá pelo caminho da extremidade: “Eu não me engano. ‘Mas, pastor, a extrema direita é contra aborto, é contra casamento gay, é contra liberação de drogas’. E daí? Eu não sou criança, sei pensar e analisar as coisas. […] Querido, na época da eleição, você pode ter certeza que eu não boto texto grande nenhum. […] É vídeo”.

“Quando eu digo que redes sociais são uma máquina para difundir calúnia, boataria… Você tem que estar muito atento! Muito cuidado”, reiterou o pastor, dizendo que parte dos grupos que buscam seu apoio “estão começando muito mal”: “Não adianta fabricar notícia. Isso é coisa de bandido. Seja da esquerda ou da direita”, acrescentou.

O pastor Silas Malafaia já afirmou que vê em João Doria (PSDB-SP) um potencial candidato que, vencendo as eleições, poderia ser um “ótimo presidente“. Mas, ponderou: “Eu ainda não declarei [meu apoio]. Tenho falado algumas coisas sobre quem eu posso apoiar. Mas, ainda não tem homologação para dizer que eu vou apoiar esse ou aquele. Vamos com calma”.

“Ninguém vai usar meu nome [para apoiar] ninguém. Eu mesmo vou declarar aqui pelas redes sociais. É mentira, é boataria, é coisa de safado [dizer que já decidi quem apoiarei]. Ok? Vamos orar pelo Brasil para que haja paz e prosperidade”, concluiu. Assista:


Opiniões dos ouvintes

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados com *



Rádio

Web Gospel

Current track

Title

Artist