Após enfrentar um câncer de mama, mulher testemunha vitória: “Deus falou muito comigo”

Publicado por em 6 de agosto de 2018

A história de Cláudia Soares é semelhante ao que milhares de mulheres enfrentam diariamente na luta contra o câncer de mama. No seu caso, entretanto, a fé em Deus e a certeza de que nada foge ao seu controle lhe deu a esperança de havia um propósito maior por trás do seu sofrimento, por mais difícil que pudesse parecer.

“Quando senti um caroço diferente fui ao médico para ver o que estava acontecendo. Passei pela mamografia, mas nessa mamografia não deu nada. Falei com médico que tinha um caroço, então nós fizemos ultrassom e ainda não tinha diagnosticado câncer”, disse ela durante entrevista para o programa Noite e Cia, da Rede Super.

Cláudia sabia que tinha algo errado, apesar dos exames iniciais não terem identificado. Sua experiência, no entanto, através do autoexame, lhe fez continuar buscando ajuda, vindo a confirmar o câncer após uma punção. “O médico falou para que eu escolhesse um hospital para começar a fazer o tratamento e investigar mais”, acrescenta.

Mesmo antes de iniciar o tratamento, Cláudia teve experiências com Deus que lhe fizeram compreender o motivo pelo qual ela passaria pelo deserto. “Antes de me internar Deus falou muito comigo, que não era para morte. Ele queria que eu fosse testemunha Dele. Deus também falou que era poderoso para restaurar minha mama e o meu cabelo, e assim Ele fez”, disse ela.

Antes de fazer a cirurgia, Cláudia tinha ido para um culto. Ela pediu ao Senhor que a curasse, pois estava receosa com o fato de precisar retirar a mama durante o procedimento. Deus lhe ouviu.

“No começo foi bem difícil. Falei com meu marido, com meus filhos e foi aquela tristeza. Meu esposo pediu conta do serviço para cuidar de mim e para me acompanhar. Faltando meia hora para entrar na sala de cirurgia, a médica falou que não ia tirar minha mama”, disse ela.

Propósito revelado

Como nada é por acaso, o propósito sobre a vida de Cláudia após o tratamento contra o câncer se revelou em seu desejo de auxiliar pessoas que passam pelo mesmo desafio. Ela decidiu estudar enfermagem para atuar na área de oncologia.

“Eu passei pela quimioterapia e fiquei careca. O Senhor falou comigo e disse que a minha missão seria nos hospitais”, lembra.

“E eu pensei em fazer enfermagem, comecei a fazer o curso e falava: ‘Deus, eu não vou parar o curso, porque como eu vou fazer ele e a quimioterapia?’ A pessoa fica tão debilitada que eu comecei a comer antes de fazer a quimioterapia. Engordei uns 10 quilos”, disse, lembrando que estava se precavendo antes do tratamento, para ficar fortalecida.

“Então eu fiz a quimioterapia, mas Deus falou que não era para eu parar. Ele permitiu que esse câncer viesse para poder ser testemunha Dele e que era para eu continuar os estudos. Então, me formei em enfermagem e em 2015 comecei a fazer a radioterapia”, acrescenta.

A experiência de Cláudia na luta contra o câncer foi tão íntima com o Senhor que ela demonstrou uma força psicológica e emocional que chamou atenção de outras pessoas. Sua fé, na verdade, foi o seu alicerce, apesar de todo o sofrimento.

“Foi um processo muito doloroso, mas com muita experiência com Senhor. Às vezes as pessoas falavam: ‘Mas você não passou por nem por um psicólogo?’ Meu psicólogo era Jesus na beira da minha cama”, conclui.

Assista a entrevista no vídeo abaixo:

Tagged as

Opiniões dos ouvintes

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados com *



Rádio

Web Gospel

Current track

Title

Artist