Príncipe dos Emirados Árabes muda nome de mesquita para “Maria, mãe de Jesus”.

Publicado por em 22 de junho de 2017

A figura de Jesus no islamismo é associada a um profeta de Alá, e os seguidores de Maomé não o reconhecem como filho de Deus. Por isso, chamou atenção o fato de que um emir árabe decidiu trocar o nome de uma mesquita para “Maria, mãe de Jesus”.

O emir Mohammad Bin Zayed Al Nahyan, príncipe de Abu Dhabi e Comandante Geral das Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos, foi o responsável pela mudança de nome do templo islâmico, que antes carregava o nome de uma figura importante no país, o Sheikh Zayed.

De acordo com informações do Gulf News, a mesquita agora se chama “Mariam Umm Eisa”, árabe para “Maria, Mãe de Jesus”. O local de culto muçulmano fica localizado em uma via que também abriga um templo da Igreja Anglicana St. Andrew, e o capelão cristão demonstrou satisfação com a notícia: “Estamos muito felizes de que celebremos algo que temos em comum entre ambos os credos”, disse o reverendo Andrew Thompson.

Em Abu Dhabi há uma pequena comunidade evangélica, e seu representante, Jeramie Rienne, afirmou que o emir Al Nahyan fez “outro gesto de tolerância religiosa ao renomear a mesquita” com uma referência a uma figura tão cara ao cristianismo.

Já o vigário apostólico da Arábia do Sul, bispo católico Paul Hinder, comentou a notícia demonstrando gratidão pelo gesto de amizade feito pelo princípe, lembrando que Maria “está de forma proeminente na Bíblia e no Corão [o livro sagrado do islamismo] e constitui um laço importante entre cristãos e islâmicos”.

Hinder acrescentou ainda que a mudança de nome da mesquita é um gesto simbólico que “contribuirá para a paz e o entendimento mútuo não só em nosso país, mas em toda a região”.


Opiniões dos ouvintes

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados com *



Current track

Title

Artist